Logo.gif

30 OUT - 08 NOV 2020

Videoclipes.png
Batidão.jpg

BATIDÃO

2020 | São Luís - Maranhão

ENME

Enme é uma artista queer natural do Maranhão, cantora, compositora e rapper que traz os ritmos e tambores nordestinos na sua sonoridade. Iniciou sua carreira em 2014 e, desde então, atuou como produtora cultural, dj, performer dragqueen e rapper. Em 2017 lançou seu primeiro trabalho musical intitulada “Revis” e logo depois participou da faixa "Vilania" com Vinaa, no album "Bordel de Amianto". Enme também fundou o grupo "Queer", onde se apresentava com outros artistas LGBTS do Maranhão, dando início ao que seria a cena pop do Estado. O grupo foi aclamado pela revista Rolling Stone Brasil como “uma ode de diversidade que mostrou a força local e coesão nacional” quando se apresentou no Festival Br135 (2017). A apresentação surpreendeu como “um dos shows mais ovacionados pelo público” de acordo com a Revista NOIZE. No início de 2018, lançou o single "Sarrar" que recebeu a indicação de Música do Ano no Prêmio Eu Faço A Diferença. Ao longo do ano a artista se apresentou em grandes palcos como o “Pátio Aberto” da Centro Cultural Vale , “Festival das Rendas” na Raposa e no “Aldeia Sesc Guajajaras”, encerrando a programação do festival. Em 2019, Enme lançou o single "Juçara", um pagodão com referências aos dizeres populares do Maranhão. A música foi considerada o "hit de carnaval" pela Mtv Brasil e entrou no primeiro ep autoral de Enme intitulado "Pandú". O novo EP com seis faixas autorais ganhou destaque internacional com sua capa publicada na Vogue Italiana. Entre os destaques do album está a música "KILLA" com um videoclipe inspirado no reggae e é uma das tracks mais ouvidas de Enme nas plataformas digitais com mais de 70 mil reproduções. O vídeoclipe de "Killa" recebeu duas estatuetas no Festival de Cinema Maranhão na Tela, vencendo nas categorias "Melhor Performance de Videoclipe" e "Melhor Direção". Com mais de 170 mil reproduções só no Spotify, o ep "Pandú" reúne os tambores do nordeste e rimas sobre a vivência de uma Dragqueen periférica, sendo o material mais ouvido de Enme nas plataformas digitais. Em seguida, "Sarrar" aparece com mais de 80 mil reproduções e "Juçara" com 50 mil. Em turnê, Enme passou por Salvador-BA, Brasília-DF e São Paulo-SP, onde venceu o concurso de novos talentos do Festival Sons da Rua 2019 na Arena Corinthians.. Com o prêmio, Enme cantou ao lado de grandes artistas como Karol Conka, Rincon Sapiência, Djonga e Criolo, além de lançar o single prêmio "Batidão" com o produtor de hits Noize Men . O sucesso de "Batidão" veio também com o videoclipe dirigido por Jéssica Lauane e produção da ClockWork Filmes, mesma equipe premiada com as produções audiovisuais de Enme. No Carnaval de 2020, Enme mostrou seu trabalho pela primeira vez em Recife-PE e participou do maior bloco do rua do mundo. A convite do cantor Romero Ferro, Enme fez sua participação no renomado "Galo da Madrugada", puxando o trio ao lado de Pabllo Vittar. Director Statement

Enme.jpg

FICHA TÉCNICA

Jessica Lauane

DIREÇÃO

Jessica Lauane.jpg

Jessica Lauane nasceu em 1996, no Maranhão. Fotógrafa e formada em cursos de Produção Cinematográfica pelo Instituto Federal do Maranhão - IFMA e em Língua Cinematográfica, cursos de atuação em Cinema e Produção Cinematográfica pela Escola de Cinema do Maranhão - IEMA; fez curso de Fotografia Digital no SENAC; fez cursos de Cinema e Fotografia pelo curso de Artes Visuais da UFMA, além de, entre outros cursos, oficinas presenciais e online voltadas para a área fotográfica. Seu primeiro trabalho voltado para o mundo audiovisual foi a video-carta de "Revis - Brunoso feat Frimes e Enme" (2017), dirigiu o WebClip de "Sarrar - Enme Paixão" (2018), este último exibido na Mostra Cinema Novo Maranhense realizada no Centro Cultural Vale do Maranhão (CCVM). Produziu o curta “sinestesia” (2018), fez Still and Making Of do videoclipe oficial de Sarrar, produzido por alunos da IEMA Film School. Fez cover da música SARRAR e cover do remix de Fadinha de Frimes. Dirigiu a fotografia no curta documentário “PQ VC TEM MEDO?” (2018). Participou do curta-metragem “À FRENTE” (2018). Dirigiu a fotografia do curta-metragem “CATIVOS” (2018). Participou como um dos rostos da vinheta do II Festival Internacional de Cinema de São Paulo (2018). Foi Still and Making Off no curta “PREAMAR” (2019). Participou das exposições “II Festival Internacional de Cinema de São Paulo (2018)”, “Mermã, Vamos ao Cinema” (2019) e “IEMA no Cinema” (2019). Em 2019, Jessica dirigiu e roteirizou o videoclipe “KILLA - Enme”, vencedor das categorias “Melhor Vídeo Performance” e “Melhor Direção” no Festival Maranhão na Tela. Dirigiu o curta-metragem “Pódio” (2019), produziu o videoclipe “Pink Money - Frimes” (2019) e o documentário “A Densidade das Coisas”. O trabalho mais recente de Jessica está na direção do videoclipe “Batidão - Enme” com destaque nos portais de notícias nacionais.

Direção: Jessica Lauane

Produção: Paula Beatriz e Walber Sousa

Fotografia: Edver Hazin

Montagem: Jonas Sakamoto

Arte: Mateus Motta